Deixa a preta sambar.

Deixa a preta sambar.

Deixa a preta sambar e seus cabelos  dançar ao encontro do vento. Não deixa o samba, nem a preta morrer. Deixa a preta sambar até a liberdade se acabar. Ela não foi feita para ficar sentada na mesa com um copo de cerveja. A cerveja está em sua mão que se envolve nesta dança louca. Deixa a menina sambar que é para a vida dentro dela não morrer.

O que seria da menina sem seu samba? Mais uma alma…

View On WordPress

Tentando desvendar: Avril Lavigne.

Tentando desvendar: Avril Lavigne.

Um dos meus blog/site favoritos é o Hello Giggles e, ainda, os meus post favoritos são aqueles como o “Everything I Need to Know, I Learned From Chandler Bing”. Consecutivamente, fui inspirada pelas meninas do Hello Giggles para fazer este blog, e, por post como o do lindo Chandler, a fazer este post sobre a bizarra Avril. Estou ansiosa para saber o que vai sair aqui.

Para começar já vou…

View On WordPress


faultinourstarsmovie:

There is always that possibility. #TFIOS

Voltei, pequena.

Porque eu sou assim: escrevo. Não falo. Falar é cansativo e escrever é delicado, requer reflexão, cuidado e, ainda, a correção. Não quero sair por aí falando o que não quero, deixando-me levar pelo impulso. não quero me arrepender e não quero julgar. Escrevo porque eu me canso: é muita festa para pouca cabeça.  Mas eu vou. Vou, converso, dou risada e volto. Volto porque gosto do silêncio. Volto…

View On WordPress


lezbeyan:

Femme Nation: A photo series by 16 year old Hailey Corrall to provoke a message about misogyny in our youth.

O Seu Cérebro, o Cérebro do Seu Filho, e o que Fazer com Isso.

O Seu Cérebro, o Cérebro do Seu Filho, e o que Fazer com Isso..

Encontre formas criativas de satisfazer as necessidades das crianças. Elas vão seguir sua natureza, queira você ou não. Então encontre um caminho para que elas POSSAM fazer o que querem –…

Ver Post

She puzzled the mystery of her desperate need of kindness. As other girls prayed for handsomeness in a lover, or for wealth, or for power, or for poetry, she had prayed fervently: let him be kind.
Anaïs Nin, A Spy in the House of Love (via kitty-en-classe)